quarta-feira, 30 de julho de 2014

Molokai to Oahu - O Canal dos Ossos no Havaí

Medalha de chegada da prova Molokai2Oahu - edição 2014.

Antes de se transformar na tradicional competição de paddleboard, canoas e stand up paddle no Havaí, a travessia a remo do Ka'awi Channel - o temido Canal dos Ossos entre as ilhas de Molokai e Oahu - já fazia parte do treino de resistência para a tropa de guarda-vidas de Oahu. 

Mas bem antes disso, histórias milenares de travessias deste misterioso canal foram construídas por milhares de polinésios ao longo da povoação deste isolado arquipélago no Oceano Pacífico. Muitas vidas foram sucumbidas ali, tragadas por ondas, ventos ou tubarões; mas muitos heróis também nasceram diante das desafiadoras conquistas entre estas ilhas. 

Foi em busca deste sentimento de grandes desafios e conquistas que o  havaiano Dawson Jones idealizou, em 1997, a primeira edição da Molokai2Oahu, a prova de paddleboard, canoas e stand up paddle mais desafiadora e respeitada no mundo até hoje. São 32 milhas (52kms) de desafio que atraem centenas de remadores de diversas nacionalidades todos os anos. 


As condições clássicas do canal proporcionam os downwinds mais perfeitos e imponentes que um remador pode encontrar em toda sua vida. Mas as adversidades no caminho variam desde tempestuosas condições que a natureza impõe até as infinitas limitações do próprio corpo e da mente diante dos extremos. Por este motivo, é unânime a frase que o escapa do pensamento dos que cruzam a linha de chegada: "Este canal não é para qualquer um". 

Experimentei este sentimento e falei para mim mesma esta frase no dia 27 de julho de 2014 ao completar, em 6h16min, em dupla com meu marido Fabiano Faria, a 18a edição da Molokai2Oahu. A medalha que ganhamos será a lembrança da nossa vontade, determinação e dedicação a este projeto nos seis meses de treino que antecederam a prova. O Ka'awi Channel não é para qualquer um que desista fácil de seus objetivos. Mas ele está lá, à disposição de qualquer um que se proponha ao desafio e queira remar atrás dele.


Se você quiser um dia fazer parte desta roda de oração antes da largada, se quiser chegar na ilha de O'ahu remando, se tiver vontade de remar por 52 quilômetros em um canal com ventos de 25 nós e ondas oceânicas de até 3 metros de altura, acredite: este canal é para você, e não para qualquer um...


Roda de oração minutos antes da largada, na ilha de Molokai.



Aloha e até a próxima postagem! 
Luiza Perin 
30 de julho de 2014

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita! Se você gostou, volte sempre!
Sinta-se à vontade para deixar seu comentário!
Aloha!